Nota da Ação Revolucionária Estudantil, sobre as perseguições políticas no Rio de Janeiro.

Após 4 anos das prisões expedidas no final da Copa do Mundo sediada no Brasil em 2014, 23 ativistas foram sentenciados a penas que variam de 5 anos e 10 meses a 13 anos. A notícia foi recebida no dia 17 de julho de 2018, em uma jogada maldosa, aproveitando-se da aproximação do período das … Continue lendo Nota da Ação Revolucionária Estudantil, sobre as perseguições políticas no Rio de Janeiro.

CONTRA AS REFORMAS E MEDIDAS NEOLIBERAIS DE AUSTERIDADE. TODOS ÀS RUAS.

Nos últimos tempos, tem havido um enorme avanço neoliberal contra as trabalhadoras e os trabalhadores do Brasil. Desde o governo PT, estamos presenciando ataques a saúde, educação, direitos trabalhistas, vemos uma série de privatizações, terceirizações etc. Não há outra possibilidade de combater esses ataques a não ser através de organização e luta. Devemos estar organizados … Continue lendo CONTRA AS REFORMAS E MEDIDAS NEOLIBERAIS DE AUSTERIDADE. TODOS ÀS RUAS.

SOMOS TODXS FLAVINHA!

Nós, da Ação Revolucionária Estudantil - AR viemos por meio dessa nota prestar toda solidariedade a professora do município, Flávia Rodrigues. É de uma extrema covardia o que o prefeito do Rio, Marcelo Crivella e o Secretário de educação, César Benjamin estão fazendo desde março com a professora. A perseguição contra a professora começou após ela colocar em … Continue lendo SOMOS TODXS FLAVINHA!

SOLIDARIEDADE AOS QUE LUTAM: O CASO GAÚCHO E A PERSEGUIÇÃO AOS MOVIMENTOS REVOLUCIONÁRIOS NO BRASIL.

Na última quarta-feira (25/10) a polícia civil gaúcha através da operação Érebo cumpriu 10 mandatos de busca e apreensão contra militantes da Federação Anarquista Gaúcha – FAG em Porto Alegre, Novo Hamburgo e Viamão.Os militantes são acusados de serem responsáveis pelo ataque a sedes policiais, as sedes dos partidos Democratas e PSD, bancos, uma concessionária … Continue lendo SOLIDARIEDADE AOS QUE LUTAM: O CASO GAÚCHO E A PERSEGUIÇÃO AOS MOVIMENTOS REVOLUCIONÁRIOS NO BRASIL.

O MOVIMENTO ESTUDANTIL ONTEM E HOJE: A URGÊNCIA PELA RECONSTRUÇÃO DO MOVIMENTO ESTUDANTIL REVOLUCIONÁRIO.

O movimento estudantil desempenha um papel importante no processo revolucionário, como por exemplo, na Fração do Exército Vermelho – RAF (também conhecido como Grupo Baader-Meinhof) que tem seu início no movimento estudantil alemão dos anos 60, o grupo atuou na guerrilha urbana contra o fascismo, ainda tão presente na realidade alemã. No Uruguai, em 1968, … Continue lendo O MOVIMENTO ESTUDANTIL ONTEM E HOJE: A URGÊNCIA PELA RECONSTRUÇÃO DO MOVIMENTO ESTUDANTIL REVOLUCIONÁRIO.

Convocação Para a Marcha Contra o Projeto “Escola Sem Partido”

O MBL convocou uma marcha a favor do escola sem partido, projeto que visa a censura nas salas de aula, podendo prender professoras e professores caso esses "firam as crenças da família do estudante". Utilizando da descrença da população em relação a democracia representativa utiliza um nome que aparentemente é agradável aos olhos dxe quem … Continue lendo Convocação Para a Marcha Contra o Projeto “Escola Sem Partido”

Lançamento da zine “O Germinal”

Saudações companheirada! Viemos comunicar com muito prazer que este mês lançamos a edição n°1 da nossa zine mensal chamada "O Germinal". Na nossa Zine vocês encontrarão nossos principais textos do mês, algumas imagens e reportagens, numa forma simples e de fácil acesso, podendo levar com você onde for, além de poder passar para algum amigo, … Continue lendo Lançamento da zine “O Germinal”

ROMPER COM O SINDICALISMO PELEGO E O CAPITÃO DO MATO. CONSTRUIR O SINDICALISMO REVOLUCIONÁRIO: NOTA SOBRE UM #24M.

No último dia 24 o Brasil estava em chamas, chamas de esperança, chamas revolucionárias. Nesse #24M os companheiros estavam em Brasília lutando contra Temer e aqui no Rio também teve luta contra os pacotes de maldades do Pezão. Em Brasília houve uma resistência histórica com 7 ministérios incendiados, polícia dando tiro com arma letal em … Continue lendo ROMPER COM O SINDICALISMO PELEGO E O CAPITÃO DO MATO. CONSTRUIR O SINDICALISMO REVOLUCIONÁRIO: NOTA SOBRE UM #24M.