Atenção Atenção, está no ar os Inimigos do Capitão!

Mas quem somos nós? Certamente você está se perguntando isso e vamos te responder agora. Nós somos estudantes de toda a parte, invisível de certa forma, que fomos formados na luta, seja nas ruas ou nas ocupações de escolas ou universidades que devido à atual conjuntura e a inércia da esquerda frente o avanço do … Continue lendo Atenção Atenção, está no ar os Inimigos do Capitão!

Nota da Ação Revolucionária Estudantil, sobre as perseguições políticas no Rio de Janeiro.

Após 4 anos das prisões expedidas no final da Copa do Mundo sediada no Brasil em 2014, 23 ativistas foram sentenciados a penas que variam de 5 anos e 10 meses a 13 anos. A notícia foi recebida no dia 17 de julho de 2018, em uma jogada maldosa, aproveitando-se da aproximação do período das … Continue lendo Nota da Ação Revolucionária Estudantil, sobre as perseguições políticas no Rio de Janeiro.

A BURGUESIA FOLCLÓRICA E O FORA TEMER

Há algum tempo nos vemos em um cenário político desolador, polarizado, apático, que beira o apolítico.Os debates politicos giram em torno da institucionalidade como única forma de ação política. De um espectro amplo, estesdebates se polarizam, ou é esquerda ou é de direita. Em um sentido estrito, a esquerda partidária parece não haver alternativa a … Continue lendo A BURGUESIA FOLCLÓRICA E O FORA TEMER

Revolução Russa e a Makhnovtchina

"Morte a todos aqueles que se interpõe no caminho de obter a liberdade do povo trabalhador." Exército Insurgente Makhnovista, 1917.   Texto apresentado na I Feira Anarquista da Zona Oeste - RJ   Makhnovtchina             A Makhnovtchina foi um movimento revolucionário de massas que visava estabelecer a liberdade e o bem estar social e econômico … Continue lendo Revolução Russa e a Makhnovtchina

Os estudantes como agentes revolucionários: o movimento estudantil e a revolução.

Texto apresentado na I Feira Anarquista da Zona Oeste - RJ   A história (parte dela) do movimento estudantil no mundo:   Maio de 68 (França) O movimento de maio de 68 na França se iniciou com as manifestações estudantis que pediam reformas no setor educacional como dormitório misto nas universidades. O estopim para o … Continue lendo Os estudantes como agentes revolucionários: o movimento estudantil e a revolução.

[ATIVIDADE] Os estudantes como agentes revolucionários: o movimento estudantil e a revolução.

No dia primeiro de maio é comemorado o dia do trabalhador e esse será mais do que especial, pois nesse dia no ano de 2018, ocorrerá em Campo Grande a primeira feira anarquista da Zona Oeste. Nós da AR estaremos presentes oferecendo a mesa de debates "Os estudantes como agentes revolucionários: o movimento estudantil e … Continue lendo [ATIVIDADE] Os estudantes como agentes revolucionários: o movimento estudantil e a revolução.

O laboratório da caos é aqui, então está na hora de você perceber que é o rato.

Pra começar essa conversa e não sermos repetitivos quanto ao assunto, vamos apenas fazer um breve resumo histórico sobre como funciona a dinâmica do arrocho repressivo do Estado. A receita não muda muito: a violência aumenta significativamente na cidade/Estado/país geralmente causado por uma proposital e motivada displicência das forças de segurança, justamente para que a … Continue lendo O laboratório da caos é aqui, então está na hora de você perceber que é o rato.

1º CICLO DE FORMAÇÃO POLÍTICA: O QUE É O ANARQUISMO?

No próximo dia 18 daremos início ao nosso ciclo de formação política com o tema "O que é o anarquismo?", onde estaremos discutindo os textos: "A tirania das organizações sem estrutura" de Jo Freeman e "Anarquismo e anarquia" de Enrico Malatesta. O encontro ocorrerá em Nilópolis no dia 18/3 (domingo), 10h em Nilópolis. O ponto de … Continue lendo 1º CICLO DE FORMAÇÃO POLÍTICA: O QUE É O ANARQUISMO?

O Medo Como Justificativa À Repressão: Caos no Espírito Santo é Obra do Acaso?

Texto publicado originalmente no site O Mariachi com uma análise de conjuntura sobre a greve dos policiais militares do Espirito Santo em 2017. *** Era noite do dia 9 de fevereiro de 2012, há exatos 5 anos, os jornais estampavam uma greve dos policiais militares e bombeiros. Uma greve que seria histórica pela adesão. Os bombeiros tomaram … Continue lendo O Medo Como Justificativa À Repressão: Caos no Espírito Santo é Obra do Acaso?

4 Exemplos de Quando o Medo Justificou a Repressão

  1) DITADURA DE VARGAS (1937) Em 1935, acontece o que a historiografia chama de a “Intentona Comunista”, Vargas produz então um documento falso de um suposto plano para a implementação de uma ditadura comunista. É na rádio “A voz do Brasil” que Vargas justifica a necessidade da suspensão da constituição para “garantir a segurança”. … Continue lendo 4 Exemplos de Quando o Medo Justificou a Repressão