CONTRA AS REFORMAS E MEDIDAS NEOLIBERAIS DE AUSTERIDADE. TODOS ÀS RUAS.

Nos últimos tempos, tem havido um enorme avanço neoliberal contra as trabalhadoras e os trabalhadores do Brasil. Desde o governo PT, estamos presenciando ataques a saúde, educação, direitos trabalhistas, vemos uma série de privatizações, terceirizações etc. Não há outra possibilidade de combater esses ataques a não ser através de organização e luta. Devemos estar organizados para combater as medidas de austeridade governamentais, mas também para combater o sindicalismo plelego e reformista das grandes centrais sindicais que desde sempre boicotaram qualquer mobilização e combatitividade da base dos movimentos sindicais, estudantis, comunitários etc. Por vezes, fizeram (fazem e ainda farão) papel de polícia, reprimindo, delatando e qualquer outro artificio sujo contra a base para defender seus interesses governistas sujos. Com isso, a direita se organiza e avança cada vez mais tanto nos seus setores de base através de mobilização nas ruas, grupos fascistas e conservadores e internet, além de se organizar a nível governamental, através de ataques ao trabalhador e a seus direitos.

É nossa função combater o fascismo e os ataques aos trabalhadores tanto pelos governantes, quanto pelas entidades pelegas e base fascista. Devemos nos organizar AGORA em nossos locais de trabalho e estudo, pois é lá que nossa categoria se encontra, e como “a prática é o critério da verdade”, não há lugar melhor de por em pratica a nossa teoria se não no meio de nossos semelhantes, no meio de nossa categoria. Mobilizemos para além da construção da luta local, mas para a tomada das ruas, por uma luta ampla que vá muito mais que além de uma mera defesa de direitos. Não podemos recuar, não podemos nos acovardar e muito menos nos contentarmos com migalhas, nossa tarefa é construir a luta e avançar rumo a uma conquista não reformista, mas revolucionária.

Por fim, convidamos a todas e todos a tomarem as ruas no dia 10/11, dia em que a reforma trabalhista entra em vigor e que formemos um bloco autônomo e combativo a partir das 17h no ato do DIA NACIONAL DE LUTAS com concentração na Candelária, porém que a organização e luta seja permanente e não acabe ao fim do ato.

LUTAR, CRIAR, PODER POPULAR!

CONTRA AS REFORMAS, BARRICADAS!

AÇÃO REVOLUCIONÁRIA ESTUDANTIL – AR

ar.png

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s